INOVADORA!

Current track

Title

Artist

 

 


Microsoft enfim reconhece erro em declaração sobre código aberto

Written by on 15 de junho de 2020

Programas de código aberto hoje são algo não apenas bastante corriqueiro de se ver no noticiário de tecnologia como foram abraçados por algumas das principais companhias do Vale do Silício, mas não faz tanto tempo assim que esta abertura era vista com bons olhos pelos maiores nomes do mercado.

Um desses conglomerados era a Microsoft, que no começo dos anos 2000 chegou a definir o então rival Linux como “um câncer que se liga a um sentido de propriedade intelectual a qualquer coisa que toque”.

Esta fala no caso foi dita pelo então CEO Steve Ballmer em 2001, mas nos dias de hoje definitivamente não define os negócios da empresa. Além de ter confirmado recentemente a inclusão do Linux e do Ubuntu entre as opções do Windows 10, a Microsoft vem criando várias frentes de negócios nos últimos anos, incluindo aí softwares como do PowerShell, Visual Studio Code e até do JavaScript.

Passaram-se dezenove anos para que um dos principais executivos da companhia reconhecesse o erro de definir o código aberto como um “câncer”.

Quem falou pela Microsoft foi o atual presidente , durante uma conversa com alunos do MIT via videochamada. Ele disse ‘abre aspas’: “A Microsoft estava do lado errado da história quando o código aberto explodiu no começo do século”.